quinta-feira, 12 de maio de 2016

PALHAÇO

Sou palhaço sorridente
E gente que também sente
Faço rir e dá-me prazer
Mas já chorei em actuação
Uso roupas coloridas
Cabeleiras divertidas
Sapatolas muito giras
E a criançada até delira
O que faço é por paixão
Encho a alma de emoção
Mas em nada sou diferente
De ti, de ti, ou de ti
Fico triste quando me olham
Como se fosse um demente
Ser palhaço é uma profissão
Como a tua, a tua e a tua
Nas minhas veias?
Também corre sangue quente
Sou palhaço faço rir e farei sempre
Ainda que de dor o meu peito
Muitas vezes quase rebente.


Helena Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário