quarta-feira, 14 de outubro de 2015

ADORO O OUTONO

Não me zanguei com o Outono
Por destronar o Verão
Todas as estações têm o seu chão
E cada uma tem um senão
O cheiro descongestiona-me a alma
E tantas cores, tantos tons
Pintam a paisagem de vida
É vermelho fogo, amarelo canário
Castanho chocolate, laranja e até rosa
Fazendo acreditar em sonhos de encantar
Não há beleza, nem perfume de flores
Os pássaros deixam de cantar
Mas no chão piso tapetes
Ornamentados de folhas secas multicores
Deixando-me extasiada
E para que nada falte
Apodera-se de mim um frio prazeroso
Que arrepia e amacia todos os sentidos
Porque o Outono é assim
Rebelde, caprichoso, personalidade forte
Mas com um simples sopro de carinho
Derrete-se todo para mim!


Helena Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário