terça-feira, 18 de setembro de 2012

Lágrima de Dor

Olhos...
Caem lágrimas,
Coração sai,

Rosto rolam,
Na alma ficam.

Sofrimento negro

Oceano inseguro,
Turbulento.

Laço roubado,

Gritos no silêncio,
Infinita distância,
Solidão das trevas,
Angústia do anoitecer.

Cansadas...

Derramam sangue,
Dor húmida,
Veneno ardente,
Poemas presos
sem vazão,
Palavra líquida,
Fluida,
Tumores internos,
Fortes...

Suportar...

Posso tentar...
Diminuem,
Cristalizão,
Despedida,
Templo de emoções,
libertação.

Lágrimas de poeta,

De Sonho e Amor,
Cessarão.
Amanhecer de sol,
Verdadeiro amor,
Aflora e cresce.
 


Ceu Pina


Sem comentários:

Enviar um comentário