domingo, 30 de agosto de 2015

A NOITE

A noite está cheia de vida e do meu quintal usufruo de tamanha magia.
A lua está em festa, com convidados cheios de cor, tornando-a numa fonte de alegria e frescor.
Carregadas de energia estão as estrelas, que dançam animadas ao som da música de uma cotovia talentosa e notívaga, espalhando luz e transmitindo paz a quem para elas olha embevecido com tanta beleza e criatividade.
Os pirilampos também contribuem para o quadro paradisíaco com o seu piscar, para lá e para cá, iluminando o jardim que os meus olhos admiram como se estivesse num conto de fadas.
Ao longe avisto luzes, imensas luzes. Umas são de rua, outras de habitações e só consigo imaginar famílias felizes e amantes apaixonados dentro delas.
Hoje o meu coração está especialmente colorido, o que raramente acontece e isso ajuda a que esta noite seja saboreada com serenidade, confiança e esperança.
A temperatura está à medida do meu estado de espírito, amena. A brisa que vem do mar, a dois passos daqui, provoca um arrepio divinal. A melodia das ondas que os meus ouvidos conseguem captar, levam-me a navegar a horizontes incríveis, embora eu me mantenha sentada no chão do meu quintal. A noite está gostosamente fresca, bonita, perfumada e tanto o meu corpo como a minha alma, se recarregaram de vida e certamente que quando o sono me vier buscar, deixarei que me leve no seu colo e me proteja com o seu manto, para que a minha noite seja de pleno descanso. É nestes raros momentos que sinto que vale a pena viver.
Adivinho um doce amanhecer!

Helena Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário