sexta-feira, 10 de julho de 2015

SORRISOS GRATUITOS

Os meus sorrisos
São novelos de mel
Que se desenrolam
Sem aviso prévio
São espontâneos e com eles
Vou bordando e pincelando
Os corações férteis
Que não têm medo de receber
Nem de se entregar
A sentimentos seculares, sagrados
Tão simples, como a amizade e o amor
Fazendo crescer a árvore
Onde os dois sentires
Se envolvem harmoniosamente
Em cada tronco, folha e dão frutos
Porque a raiz é cuidada, adubada
E o objetivo, é, não mantê-los na prisão
A verdadeira emoção, está na ostentação
Quem resiste a um deleitante sorriso
Que brota de um saborido coração
Quando existe cada vez mais
Lábios trancados a cadeado
Sem chave que permita a libertação?
Aceitem os meus,
São ternos, amigos, genuínos, gratuitos,
Sem qualquer contra indicação!


Helena Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário