segunda-feira, 1 de julho de 2013

PASSADO

Quem vive de passado
É Museu e não eu
Porque para mim
O passado já morreu

Quem vive de passado
Só pode ser infeliz
Magoar quem está a seu lado
E viver amargurado

Quem vive de passado
Não esquece nem perdoa
Passa os dias a acusar
E a própria vida a afundar

Quem vive de passado
Das trevas não sairá
Com o coração empedernido
Não amará nem será amado

Passado só serve para exemplo
E do bom se recordar
Não para se levar
Os dias a abordar

Quem vive de passado
É Museu e não eu!!!

Helena Santos
Texto e foto

Sem comentários:

Enviar um comentário