quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

MULHER DIFERENTE

Ela nasceu igual a tantas outras
Ela cresceu e tornou-se diferente

Ela escolheu seguir os seus desejos
Ela descobriu que não era inocente

Ela aprendeu a dizer QUERO
Ela luta contra o preconceito

Ela prefere a liberdade a sós
Ela recusa a submissão acompanhada

Ela diz o que quer e como quer
Ela espera aquele que a eleger perfeita

João Quintela Reis
 

Sem comentários:

Enviar um comentário