domingo, 2 de setembro de 2012

MONÓLOGO

Hoje ri, ri muito pela idade que faço. Sou brejeira, marota, brincalhona, maliciosa tenho pimenta q.b., picante Africano, herdado de minhas raízes.
Tenho dias, mas hoje a Maria Helena soltou a criança que em mim habita.
Há coisas, situações em que me ponho a rir às gargalhadas, por exemplo: o olhar de certos homens penso: “ queres figos mas estão altos” e riu, riu depois digo a mim mesma:

- Maria Helena tem juízo que vão pensar as pessoas que por ti passam? Vão dizer:
- A Leninha está tola, endoideceu.
Outras sorrio basta o riso de uma criança, um piropo bonito que agradeço. Riu ou sorrio com situações a que ninguém acha piada. Riu com satisfação ao ver (rever) cartas, fotos... Por falar delas tenho várias em meu baú que olho com interrogação
- Como te deixas-te chegar até aqui??
Pesava 140 kg, sim!! E ainda não há muito tempo, para viajar de avião, o peso nunca me impediu, isso nunca me ninguém tirou o gostinho de conhecer novos povos, novos costumes, para viajar tinha que pedir um cinto extra. Isto há 4 anos atrás hoje menos 60 kg, hoje estou diferente. Sinto-me jovem a carcaça é que não ajuda mas a cabeça é que comanda.
Hoje tenho uma foto que guardo religiosamente tirada no dia em não precisei de pedir mais cinto, o que havia até sobrava.
Estou a sorrir da vossa cara ao lerem este monólogo:
- Não, Não pode 140 kg!!!
- Sim.
Mas hoje sonho, riu, sorrio à vida. Também tenho momentos de muita tristeza mas para eles tenho amigos, amgos verdadeiros que me ajudam a ultrapassar esses tais dias.
Guerreira, guerreira me chamo e sou.
Com alegria me despeço.
Sejam crianças, brinquem, riam façam disparates... passem por cima das contrariedades e riam sorriam...
Beijos da amiga de sempre

Maria Helena
 

Sem comentários:

Enviar um comentário