domingo, 22 de julho de 2012

:::VOANDO:::

Traço de sol, estrada de mar
soltam-se minhas asas de gaivota
dançando de roda lá o ar...
enrola-se a onda em cambalhota,
ergue-se o vento num doce soprar!
Escoa-se a tarde como areia
escorrendo pelos dedos devagar
entre a vazante e a maré cheia,
na doçura dum gesto de a mar
na alma, o canto da sereia...
Cheiro forte a duna e maresia
enche meu peito perfumadas sensações
envolve-me uma intensa melodia...
ao longe ribombam os trovões
riscando nos céus brilhos de poesia!!!
LLobo
 

Sem comentários:

Enviar um comentário