quarta-feira, 11 de julho de 2012

"FIAT LUX"


Uma luz espreita para lá do escuro,
é um cristal,
uma pérola reluzente,
um vitral,
uma melodia,
um abraço constante,
uma teia em forma de pintura,
um sorriso rasgado.

Dou um passo em três andamentos
entre as vagas de um lugar-comum.

Sei de um azul diligente, de horas silentes,
de um parto constante,
de uma ave que cruza o firmamento.

E sei de uma melodia que enche os passeios
e as entranhas num brilho circular.
… A tal luz que espreita 
num caleidoscópio de cores,
espelhando a voz em cada pincelada.


© Francisco Valverde Arsénio

Sem comentários:

Enviar um comentário