sexta-feira, 29 de junho de 2012

Tudo trocado!

Nos braços do vento…
O sol, o rebento… arvore nascimento…flor e o fruto!
A linda primavera sorri em cada manhã!
Mas por dentro… ela chora, pois a flora,
Agora madura do tempo, apaixonou-se pelo Outono…
Foram-se os dois de mãos dadas, caminhando através do tempo…
E o inverno, desgostoso, deixou-se gelar, pelo namorar dos dois desiguais!
Maldizendo a sua sorte… chamou os ventos do norte
O Verão, Rei do calor também queria amor…
Todos trocados os tempos mudados…
Estas estações, com seus versos de sonho…
Seguem em ordem pelos anos, mas os desenganos do céu!
Esses perderam a noção de qual estação impera o tempo!
Fazendo trocadilhos de estações,
Destruindo os corações dos amantes do bom tempo!
Antes ou depois isso deixa-se por saber…confusão das estações!
Mas quem manda no nascimento, è a primavera em flor…
Espalha sementes de amor para florear o tempo!
E o vento carrega nos braços, o cheiro da manhã lembrando a flora,
Que nos trocou as estações, mas continua a brilhar,
Encantando corações!

Celeste Seabra
 

Sem comentários:

Enviar um comentário