terça-feira, 10 de novembro de 2015



REALIDADE DE UM SONHO 

Vi o teu rosto no meu sonho
O rosto que escondes
Com as marcas do tempo
Como escondes sentimentos
As rugas são estradas percorridas
Que devem ser lembradas, não esquecidas
Os cabelos grisalhos que caem aos cachos
Sobre a tua testa
Dando-te um ar charmoso, eu acho
São noites mal dormidas
A que a vida te obriga e ainda te castiga
Mas para quê esconder?
Será que te faz sofrer?
E o que sentes
Porque escondes o que sentes
Num sótão escuro e bolorento
Se há luz e alegria à tua frente
E o amor está lá, paciente?
Liberta-te do peso que carregas
Abre portas e janelas
Recebe quem quer entrar
E oferece o que tens para dar
O AMAR não se pode adiar
Porque a vida não aprendeu a esperar
E o tempo…. apenas sabe voar!

Helena Santos

2 comentários:

  1. Lindíssimo minha querida amiga,
    Está o seu mundo, dos sorrisos,,,!!!! ..
    Adoro ler os seus poemas ...
    Beijinhos da sua amiga Graça Bica .

    ResponderEliminar
  2. Boa noite, amiga Graça.

    Fico feliz por saber que esteve aqui e que gosta de me ler.
    Muito obrigada pela atenção e carinho.
    Beijos

    ResponderEliminar