terça-feira, 5 de maio de 2015

MAIO TATUADO

Maio, mês tatuado
Com um beijo roubado
Mil desejos de um falso
E um amor representado
Num palco criado
Com ilusões camufladas
Onde excitações plásticas
Vomitaram prazer
E afogaram um sonho
Que só queria amanhecer
Iluminado por um sol
Ardente e brilhante
Testemunhado por um mar
De ondas serenas
Onde ainda hoje
Descarrego as minhas dores
As minhas mágoas
E ele, o mar, com carinho
Lambe as minhas feridas
E no seu colo, eu me aninho!


Helena Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário