sexta-feira, 20 de setembro de 2013

DESTINO

Quis o destino que numa tarde de sol,
Eu fosse fulminada pelos seus raios
No cruzamento de dois olhares
Juntaram-se duas almas
E senti que algo tinha semeado
E que iria florescer um jardim
De lindas coloridas e perfumadas flores
Reguei acarinhei e aguardei
E chegou o dia por que tanto ansiei
As flores nem todas desabrocharam
Nem de todas as cores gostei
Nem todos os aromas me agradaram
Mas o jardim está bonito
As flores estão saudáveis e não descuro
São tratadas mimadas e mais radiosas ficarão
Dele não me vou desfazer
Enquanto as flores crescerem
E a minha vida alegrarem
Nada fará com que as despreze
Ou que por outras sejam trocadas
Todos os dias sou brindada com o carinho de uma flor diferente
Com um aroma inebriante e uma cor atraente
Enquanto este jardim para mim quiser brilhar
Não precisarei de outras flores em jardins alheios roubar

Helena Santos

Foto net

Sem comentários:

Enviar um comentário