terça-feira, 16 de outubro de 2012

De Mãos Dadas

Estou presa à tua vida,
Íntimo regista,
Grito desesperado
Dentro da alma,

Voa comigo…

Mundo de desejos,

Nossas mãos acasalam-se,
Elos inquebráveis,
Inebriando sentimentos.

Enamore-te perpetuamente,

Amar é luz,
Amar é paixão.

Conhecer de dias,

Sincera força,
Fortalece-nos.
Sem tuas mãos
Não sou nada,
Não posso seguir.

Dedos interlaçados

Numa junção destinada,
Caminho contigo
De mãos dadas,
Para o sempre,
Onde me fazes feliz.
 Céu Pina
 

Sem comentários:

Enviar um comentário