sábado, 8 de setembro de 2012

NO COLO DA LUA

Escurecia.
O Céu límpido,
Imenso,

De mil luzinhas tilintando
Tocaram a minha sensibilidade.
A Lua Nova
Coroada,
De rosto luzente,
E segredos escondidos
Despertou no meu cálido âmago.
Uma emoção
Resgatou todas as minhas lembranças.
Menina me senti.
A cada momento
A riqueza do momento,
O Sonho…
Descobri o meu caminho
E nele me reinventei
Na medida das minhas fantasias,
Que iam aumentando…
Aumentando…
Com asas mágicas de seda macia,
Voei pelo espaço
Feito de boas intenções,
Com a sonoridade do sorriso dos meus lábios.
Senti-me num livro circular
Que me cansou,
E feliz adormeci no colo da Lua.
.
Isabel Lucas Simões

 

Sem comentários:

Enviar um comentário