domingo, 8 de julho de 2012

Não quero crescer:

sono  doce sono que me levas
para tão longe
não sei para onde deixo-me ir
tão suave viagem nem dou por mim
ao acordar recordo com ternura doces
melodias
 tocam cítaras arpas violinos que harmonia
quero sonhar não quero acordar
lindo voar das emoções! quero ser menina
quero balouçar-me sentir o vento na minha face
 fechar os olhos ir ao sabor do vento cantarolando
baixinho com nostalgia
por esses verdes campos! a lua vai passando
deixando o seu brilho quero ouvir os penedos
murmurar baixinho ouvi-los dizer está frio
quero sentir o cheiro dos pinheiros, e a caruma a cair
quero sentir o cheiro dos castanheiros em flor
quero ouvir os ribeiros a correr,água cristalina que lava a alma
e me dá calma
verdes prados erva fresca cheiro bom! seixos brancos flocos de neve
cerejas rubras malmequeres brancos do meu jardim! doce flor cheiro a jasmim
rosmaninho bravo flor do alecrim urzes e todo  mais que há nos montes
e vales! mimosas de flor amarela cheiro agreste que não se esquece!!ó minha terra
 que saudades sinto em mim! de te percorrer,  no teu ventre me meter
e renascer de tanto bem te querer! quero ser menina não quero crescer...

 UKY.Marques:

Sem comentários:

Enviar um comentário