sexta-feira, 20 de julho de 2012

“ALMA CHEIA DE ESPERANÇA”

No firmamento, todo em bonança,
Na minha vida toda paixão,
Apareceste, tu como uma esperança,
Com o Arco-íris, arco da aliança,
Serena e doce, doce clarão!

Assim em tardes de trovoada,
Tardes de Maio, quási ao sol-pôr,
No firmamento, com cor carregada
Vejo a tua imagem multirradiada
Como a de o Arco-íris multicolor!

Arco-Íris que tombas no mar ao sol-pôr,
És ponte de beijos que a sorte lança
Da minha alma cheia de esperança
Á tua alma cheia de amor!

Alfredo Costa Pereira


Sem comentários:

Enviar um comentário