Mãe...laço de amor 2017

Tudo aquilo que sou, ou pretendo ser, devo a um anjo: minha mãe.
Abraham Lincoln






1 - Dia da Mãe

Mãe, doce mãe

Dizem ser hoje teu dia, como se pudessem existir dias, para poderes ser mãe…
És mãe porque, geraste dentro de ti, teu feto, feito filho…
Porque durante longos meses o criaste e o preservaste dentro de ti.
 Porque sabe Deus com que dores e com que vontade de o ver nascer, o tiveste.
 Porque independentemente do sexo, da cor, e do estado em que nasceu, ele é e será teu idolatrado filho.
 Por ser teu filho o amamentas e vestes, o preservas e o tratas das doenças, quando em choro conservas seu pequeno corpo, junto a teu peito, noite fora acordada.
 Por seres mãe, quantas vezes o defendes assumindo os desacatos, as diabruras, feitas sem pensar, por serem próprios, do seu estado de criança.
 Depois a adolescência, os namoros, os estudos incompletos, a ausência às aulas, as mentiras ditas a correr por medo, os acidentes de percurso e tu, querida e doce mãe, sempre preservando teu filho, desculpando-o e resguardando-o, da incompreensão humana. 
 A seguir o ajuntamento, o casamento, a vivência em comum e o nascimento dos netos, onde tu, assumindo o papel de uma segunda mãe deles tratas, como se teus filhos fossem, como se em teu ventre se tivessem gerado e dele nascido.
 Depois, já velhinha, quantas vezes escutando desaforos e quase sem poderes, ainda desculpas teus netos, teus filhos, e tentas amenizar as quezílias do lar, por chamares a ti o condenável.
 Mãe, não é por ser teu dia que aqui estou, mas sim por muito te amar, onde quer que estejas ou te encontres…
Sente meu beijo, por ser teu filho, minha doce mãe…


António Bernardo




2 - Mãe

9 meses na tua barriga,
 23 anos cá fora,
 tu és uma grande amiga,
 com quem conto a qualquer hora.

Por isso neste teu dia,
 este poema eu escrevo,
 por mais amor que te dê,
 não paga o que te devo.

Descrevo os meus sentimentos,
 numa folha do caderno,
 esperando que nunca partas,
 deixando-me no inferno.

Não consigo imaginar,
 a vida sem tua presença,
 nem sei se vou aguentar,
 aquela saudade imensa.

De uma tristeza intensa,
 sem nível de intensidade,
 tenho medo desse dia,
 digo a pura verdade.

Esta é a realidade
 mas nisso não quero pensar,
 hoje é dia de alegria,
 então vamos celebrar.

Temos de aproveitar,
 sei que há quem não assuma,
 aprendi com esta vida
 que mãe nós só temos uma.


Diogo Silva




3 - Mãe

A única coisa que posso dizer
 Escrever...
 Falar...
 É agradecer-te
 Sempre...
 Pelo teu amor
 Deste-me o meu ser
 Foi do teu ventre
 Que vim 
 Para conhecer
 O amanhecer
 Perfumado de jasmim
 Jamais vou esquecer-te
 Pelo que tens feito
 Por mim
 Pelo teu amor
 Sempre verdadeiro
 Daquele jeito
 Como só uma mãe
 Sabe dar
 Sabe como utilizar 
 O peito
 Para a fome matar
 E abraçar
 Aquele amor
 Que sabe bem
 E fica no coração
 Para toda a vida
 O amor de mãe
 Sabendo que um dia
 Vai haver uma partida
 Uma separação
 De uma amiga
 Que fica 
 Para sempre 
 No coração
 Onde a saudade
 Eternamente...
 Jamais abandonará
 A minha mente
 Nesta realidade
 Que só por uma mãe
 Se sente... 
 Quando um dia fores embora
 Para sempre
 Tantas lágrimas 
 De saudade
 Caíram sem demora 
 E o meu rosto vai ficar triste
 Ninguém resiste
 À partida de uma mãe
 Não existem palavras
 Para definir um ser
 Que tanto se adora
 Estás presente a toda a hora
 Nunca ficas indiferente
 Ás minhas mágoas
 Quando algo me incomoda
 Ainda hoje choro
 No teu colo
 Mesmo velhinha
 Dás-me o teu apoio
 Conselhos...
 Adoro os teus beijos
 Que me confortam
 Nesta poesia te recordo
 Com muito carinho
 Não existe nada nem ninguém
 Que posso preencher o teu vazio
 Quando partires
 Só tu sabes porque choro
 Confortas-me ao sorrires
 Amo-te...
 Obrigado...
 Mãe....


Autor: Alfredo Rodrigues Batista




4 - MAMÃ

Eu não era ninguém
 e tu esbelta flor
 esposa de quem
 sentias tanto amor...

E no lar... teu Éden
 por onde se morre
 e se mata por desejo
 provaste o sémen
 que misturado de beijos
 em turbilhões de prazer
 saciou-te a carne nua
 originando meu Ser
 carne da carne tua..
 bebê do teu ventre!!

Agora entre a gente
 aqui neste mundo
 de hábitos imundos
 sou vítima e algoz...
 rogando no entanto
 a todos os santos
 com força de minha voz
 que beijem lá no céu
 a mãe que Deus me deu
 e na terra as lindas fãs
 que são todas as mamãs"


Eduardo Schultz



5 - Dia da mãe.

Em primeiro fui filha
 Em segundo fui mãe
 Outra vez mãe, avó.
 Sensações emoções
 Coisas boas…
Tantas vezes a doer,
 O mundo será sempre mundo
 NÃO SE EXTINGUIRÁ,
 Enquanto nele houver
 AMOR…
E…
Uma Mulher!

FELIZ DIA DA MÃE!


Fernanda Bizarro




6 - MÃE

--------------------***---------------------
 Mãe! Gravei na minha alma a tua imagem
 Com elos de saudade e de ternura,
 Assim eu não me canso na procura
 Nem vou, de monte em monte, na miragem.
 --------------------***--------------------
 Tu foste desta vida que é passagem,
 Para a eterna vida que perdura.
 Querer-te junto a mim… será loucura,
 Aqui fica pra ti esta homenagem.
 --------------------***--------------------
 Sempre foste pra mim a mais sincera,
 Como um grito de eterna primavera,
 Assim dentro de mim tu vais ficar. 
 --------------------***--------------------
 O mais sublime amor entre os amores,
 A mais cândida flor entre mil flores,
 Por todo o sempre assim te vou cantar!
 --------------------***------------------
 Montenegro 07 de Maio de 2017 

 Abílio Ferradeira de Brito



7 - Tenho tanta saudade,
 De você minha Mãe querida 
 Ao partir para a eternidade.
 Levou um pouco de minha vida.
 Não se vê o sentimento,
 Se torna invisível a dor,
 Se esconde o pensamento,
 Mas se declara o amor...
 Sois o meu anjo da guarda 
 Também sois luz de presença 
 Ao longo da minha estrada 
 Reflito sobre a minha sentença 
 Que me será aplicada,,,,
 estou pagando por penitencia 
 A perda de existência 
 De você minha,,,,,,
 ,,,,,,,,,,,,,Mãe amada,,,,,,,,
 Em mim sempre permanece 
 Algo de grande sofrerão,
 É você quem leva a minha prece,
 Ao Deus que me tem compaixão,
 Você partiu para a eternidade,
 ficou uma dor no meu coração 
 E no meu peito a saudade...

Dia 7 de Maio 2017

 Arminda...T.G.L...




8 - MÃE!

Amor como o seu não há!
 É doce, tem ternura e magia
 O seu amor é incondicional
 Seus filhos, são a sua alegria.

Tem sempre uma palavra de apoio
 Seus filhos os acolhe no seu regaço,
 Seus beijos são puros e sinceros
 Os recebe com amor e agrado.

Mãe! palavra pequena, mas grande
 No sentir e no pronunciar,
 Quem tem uma mãe, tem tudo
 Por seus filhos... ela é capaz de renunciar

Dá a própria vida, se assim tiver que ser
 Até o seu coração parar de bater,
 Dá conforto, dá tudo o que tem
 Tudo faz sem nada querer receber.

Não gosta de ver seus filhos tristes
 Aconchega-os junto ao seu peito,
 O seu amor é o maior do mundo
 Seus filhos para ela são amor perfeito.

Sofre muito por antecipação
 Não mostrando o que lhe vai na alma,
 A sua maior ambição e desvelo
 É saber que estão bem... numa vida calma.

Fui filha! adorava-te mãezinha...
 Recordo-te com amor e emoção,
 Sou mãe de uma filha que adoro
 A tenho-a sempre, sempre no meu coração.


Rosete Cansado




9 - Feliz Dia das Mães! 

Ser mãe é ser verso
 Num poema de Amor 
 Onde sentir é uma constante 
 E as palavras andam de mãos dadas 
 Pelo afeto e a partilha!

Ser mãe é ser porto de abrigo 
 Nos dias de tempestade
 É acolher os filhos e filhas 
 Sempre de braços abertos 

Ser mãe é sentir
 Outras vidas dentro de nós 
 E jamais estar sós!


Carla Félix 



10 - " QUERIA ACORDAR "

Guardo-te em mim!
 Como um botão de rosas
 Em mim deixou espinhos...
 Nasceu de ti uma flor
 Logo a pisaste
 Um rebento, logo foi cortado e ao lixo deitado...
 No meu ventre filhos gerei e criei
 Sentia no ar carinho
 Apanhava rosas em flor
 Mas com muito amor
 Era o sentido da vida
 Hoje! tudo morreu!
 Para quê?
 Na maternidade chorei e fralda troquei
 Desfrutei...Chorei e amei...A vida segurei...
 Queria acordar
 E de mãe ouvir chamar!
 O mundo fugiu...
 Mas a guerra, alguém pintou,
 E ainda não acabou
 Corri, corri, esquecendo o cansaço,
 Simboliza a vida
 Mãe que é mãe sofre
 Com perda dos filhos
 Renunciou tudo que a rodeava
 Foi guerreira e sofri sem nada parecer...
 Mãe! Esta palavra pequenina, diz muito de uma menina!
 Triste no meio desta confusão
 Mas à vida agradeço
 Tamanha confusão...
 Uma semente plantei
 E logo amamentei
 Para ti olhei
 Histórias te contei...
 Quando adormecias para ti olhava
 Não esperava esta cilada...
 Lembranças desse tempo
 De mãe amiga e companheira
 Hoje lágrimas multiplicam
 Desse amor incondicional
 Te ensinei a caminhar!
 Sou amor, sou espírito, sou alma,
 De uma noite calma!...


AUT: Clara Patachão




11 - "Mãe"

Mãe, sei quem foste,
 porque já não te vejo,
 és tudo e nada,
 és a força do meu riso,
 o toque da minha alvorada.

Tu aí na eterna paz,
 abranda-me a ansiedade
 e ilumina o sonho que sonhaste,
 o de ser MÃE
 da outra filha que deixaste.
 *

 Ilda Queirós




12 - A todas as mães
 biológicas ou de criação

Foste nas dores uma doce alegria
 nos teus braços abraças 
 uma nova vida nascida 
 nos teus olhos feito mar chão
 lágrimas salgadas de sonho 
 que fora ilusão

Rezas baixinho 
 agradecendo cada minutinho
 por seres mais que mulher
 por seres tambem mãe 
 que se presta
 a outras vidas parir 
 e receber 

Sabendo sempre 
 que para sempre
 tudo ganhou 
 nada perdeu
 neste mundo 
 onde mulher nasceu
 mãe se fez
 dos filhos que quis
 mesmo os que do seu corpo 
 não foram nascidos seus

Feliz dia da Mãe filhota Sandra Sousa
 muitos beijinhos com todo o meu coração de mãe

 ANA MARQUES 



13 - Mãe
 No dia em que partiste, 
 Ficou em mim um vazio
 Que ainda hoje existe, 
 Assim como que um frio.

Não te foi fácil a vida, 
 Talvez não seja para ninguém, 
 Por vezes até incompreendida, 
 Mas sempre, sempre, mãe.

Agruras da vida, enfrentaste, 
 Com muito sacrifício e suor, 
 Nunca de teu papel te dispensaste.

Mulher forte, corajosa, 
 Choraste lágrimas de dor.
 Foste-te, és mãe maravilhosa.


Francis D’Homem Martinho




14 - Há momentos da vida que nos reduzem a tamanha pequenez e insignificância, que deles regressamos verdadeiros liliputianos temerosos do que os inevitáveis gigantes injustos e cruéis do universo podem fazer a nossos corações e almas. Regressar deles é uma luta, sobreviver a eles uma batalha vitalícia. 
 Há terras e caminhos da vida, que percorremos por momentos que embora não se situem no fim do mundo, o fim do mundo situa-se nelas, e nelas também se iniciam começos brilhantes de vidas promissoras, que jamais se apagam por muito escuro que se faça o paço e os passos da vida. 
 Há meninos nesses momentos e nesses caminhos e terras da vida que de tanto ouro e de tão outro mundo são, Deus não arrisca que sejam conspurcados por este, levando-os prematuramente para se sentarem à sua direita brilhando feito diamante eternamente. 

Prefiro pensar que assim seja.

A um grande menino d’ Ouro que nunca deixará de ser diamante brilhante em nossos corações pequenos. 


Ilia Mar





15 - Mãe! São três letras! Três letras que formam uma palavra. Uma palavra misteriosa. Ser mãe é gerar dentro de si um outro ser vivo, dedicar todo o cuidado e carinho, sabendo que um dia nascerá o fruto que ela concebeu, com amor. Ver uma mãe, é ver o coração de uma mulher a transbordar de alegria e felicidades, pelos olhos.
 Já com o filho nos braços, esta mãe, de olhos fechados vê e sente seu filho por instinto maternal, ao alcance só das mães.
 Um bebé, uma criança! Está necessariamente pendente da sua mãe. É tão lindo esta foto! Transmite uma ternura materna, com amor. Depois crescemos rápidos e não temos tempo para pensar que perante nossas mães..."Somos sempre bebés".
 Beijinhos a minha Mãe e todas as Mães do mundo.


José Maria...Z L



16 - DIA DA MÃE

Vá lá não percam o ensejo
 Dêem à vossa mãe um beijo
 Certamente que não vos esquece
 Acreditem que bem o merece

Não deixem fugir a oportunidade
 Digam que a adoram de verdade
 Vê-la contente e feliz é necessário
 Desejem não aconteça o contrário

Agradeçam todos os momentos
 Por vós nos seus melhores intentos
 Tentou fazer tudo o que podia
 Procurou dar amor e alegria

Maravilha pode-se sentir
 Maior amor não pode existir
 Será um pobre desalentado
 Quem não a tiver a seu lado

Sua ausência é dura realidade
 Dói muito a enorme saudade
 Sem dúvida pesadelo ruim
 Tal como já acontece a mim

Recordo-me toda a sua história
 Dificilmente me sai da memória
 Eu à minha maneira também
 Comemoro o dia da Mãe.


Manuel Melo




17 - PARA TI, QUE ÉS MÃE,

Para ti ser, incompreendido,
 Labutas,labutas,sem parar,
 Ao teu labor,estou rendido,
 Como ao amor,do teu olhar,

Tu que és,esposa,mãe,irmã,
 Fogo que nunca se acaba,
 És dos teus,o grande maná,
 Que ama,cuida e resguarda,

Sei que hoje,é mais um dia,
 Que celebras, com emoção,
 Parabéns, querida Maria,
 E aquelas, que o não são,

O amor, por vós semeado,
 Que alegra,nosso coração,
 Que em dobro,te seja dado,
 Deseja:-te a minha paixão,

Que a felicidade,seja tanta,
 Que embriague teu coração,
 Se te apetece,chorar,canta,
 Todos ainda mais te amarão,

S,Salvador do Campo,
 07 de Maio de 2017,
 a,guilhermemartins,




18 - Dia da Mãe
 Cartas de Maio

Já não te escrevo cartas
 Como outrora fazia!...
 Nem uso o telefone
 Para contigo falar!..
 Sei que moras longe
 Mas não sei a morada!...
 Nem o número de telefone
 Pata te poder chamar!...

Num inútil desejo
 Que não posso cumprir!...
 Só me resta o consolo
 De poder recordar!...
 As cartas que te enviei
 E que lias a sorrir!...
 Cartas de amor no dia da mãe
 Que sempre fiz por não ignorar!...

Foram muitas as cartas que escrevi
 Porque de ti a vida me levou distante!…
E receber o amor de um filho que está longe
 É tudo o que uma mãe mais quer e sente!...
 Sei que algumas te fizeram chorar ao ler
 Pela dor e pelo medo que um coração encerra!...
 Foram aquelas mais difíceis de escrever
 Cartas de Maio em tempos de guerra!...

Hoje emudeceram as palavras nas cartas
 Mas não emudeceu o sentimento!...
 Que de amor sempre as tornaram fartas
 Porque dele sempre fizeram seu lema!...
 Mas ganharam outra forma um outro jeito
 Para dizer da saudade que de ti tenho!...
 Com igual amor que carrego no peito
 Nos versos simples com que fiz este poema!... 


António Belo



19 - SER MÂE

Ser mãe, é uma aventura
 Difícil de explicar
 Uma marca que perdura 
 Após a vida acabar.

Ser mãe, é dar de si
 Muito trabalho e amor 
 Quem quer ser e não consegue
 Também tem muito valor.

Ser mãe, também é sofrer
 É cuidar e amamentar
 É inventar energias
 Quando já estão a faltar.

Ser mãe, começa em pequena
 Na idade de brincar
 Já na primeira boneca
 Se vê o que tem p`ra dar.


Herminio Mendes



20 - Tu também és mãe.

Linda Terra, linda terra onde cada um tem o seu lugar
 Pode ser no céu, pode ser na courela
 Mas tão linda como ela,
 Não há outra que assim se possa olhar.
 Tão verde, tão molhada
 Também fria
 Mas de um calor tão quente
 Que ao dormirmos nela,
 De suor a carne fica encharcada.


José Caçapo



21 - Sei que as palavras são as mesmas
 Mas não consigo articulá-las, 
 Têm um significado diferente do teu tempo que não entenderias.
 Eu continuo por aqui mas já não uso o que me deste
 De tudo o que me ofereceste sem recompensas
 Apenas eu resto e continuo a amar-te como se amava no teu tempo.
 Tu eras mãe e eu teu filho
 As palavras ainda se ouviam
 E sem as dizer nós entendíamos o seu sentido.


José Caçapo



22 - "DIA DA MÃE"

Tu que um dia sonhaste como eu
 ouvir uma voz de criança
 chamar-te de "minha mãe"
 e realizaste esse sonho
 sentido em ti esse "bem"
 feliz dia para ti
 hoje e sempre como convém.

Tu que não geraste o teu filho
 mas o criaste com amor
 e a ele dedicaste a vida
 feliz dia a ti que és Mãe.

Pra todas as mães do mundo
 eu peço uma benção de luz
 que ilumine o seu caminhar
 que lhes dê força e sabedoria 
 pra os seus filhos orientar
 pois no seu coração fundo
 sempre abrigo hão-de encontrar.

E a todas as mães que partiram
 e que por nós foram queridas 
 que hoje não sejam esquecidas
 pois este é o seu dia também!


Aida Maria (Aida Marques)




23 - Mãe sem idade------

Com serenidade e sabedoria
 tudo agradeces a Deus
 e pedes que mais um dia
 possas juntar aos dias teus!

Espreitas a vida 
 pela cortina do tempo
 que a leva de fugida 
 num sopro de vento!

Com tudo arrumadinho
 nada deixas por fazer
 sabes que amanhã é outro dia
 mas...pode não acontecer!

Achas estes tempos ...
 de vertigem quase loucura!
 quem me dera outros tempos
 dizes tu com amargura!

Guardas alegrias e tristezas
 no silêncio das tuas memórias
 e lágrimas no bolso dobradinhas no lenço
 para não mostrares que choras!


6-5-17- maria g.




24 - MÃE!

Mãe
 Recordo-te com infinita saudade
 E com as lágrimas a deslizarem pelo rosto
 Muito embora já muita a idade
 ´É de nostalgia este meu grande desgosto
 Amaste-me à tua, tão tua maneira
 Nem sempre entendida e aceite por mim
 Mas hoje daria a minha vida inteira
 Para estar um segundo junto de ti
 Poder ouvir teus raspanetes e azedume
 As tuas lamurias e queixas habituais
 Os teus deslavados e furibundos ciumes
 Pois amor de pai e mãe não são iguais
 Mãe
 É a tua imagem meu esconderijo acolhedor
 Onde me refugio e alapo minha amargura
 É por ti que eu grito em silêncio e na dor
 Quando o dia se transforma em noite escura
 Prendeste-me nas tuas amarras de rispidez
 Na tua aspereza um tanto selvagem
 Mas se voltasses do céu, serias outra vez
 A minha mãe forte, a minha mãe coragem
 As tuas directrizes na minha vida segui
 Ser para os teus netos o que foste para mim
 Se com uma mão dei, com a outra recolhi
 fui mãe com principio e mãe sem ter fim
 Mãe
 Nunca me ouviste dizer que te amava
 Vou dizer aqui bem alto e a bom som
 A palavra mãe arrasta por si só a palavra
 Para se ser mãe é preciso ter o dom
 Quem tem mãe não sabe o bem que tem
 Só quem a perdeu dá valor e pode dizer
 Que ter-se mãe é ter sempre alguém
 Com quem partilhar alegrias e sofrer
 Se tens mãe ouve bem o que te digo
 Tens amizade carinho e muito amor tens
 Une a tua voz à minha e grita comigo
 Que Deus proteja do mundo todas as mães


//... M.aria I.sabel M.achadinho




25 - Mãe, mãe
 Acorda.....hoje é o teu dia
 Eu nunca esqueço...
Filha,,,estás tão fria
 Deita aqui que eu te aqueço...
 E ficamos assim
 Eu e ela....quentes e abraçadas
 Unidas,,,,ligadas
 Por aquele amor que jamais foge....

ATÉ HOJE !!!!!!


M,A,R,




26 - Mãe
 Palavra tão doce de ouvir
 Outra forma de sentir
 Outra maneira de amar
 Mãe
 Ouço e faz-me sorrir
 Dá-me força para não desistir
 Faz valer a pena lutar...
 Mãe
 Palavra feita de magia
 Tão pequena e luzidia
 tão bela e especial
 Mãe
 Para todos virgem Maria
 Rosto de paz e alegria
 Como ela não há igual
 Mãe
 Trás no ventre o amor
 E apesar de toda a dor
 Procura sempre sorrir
 Mãe
 Fonte de vida e esperança
 Sempre na nossa lembrança
 Sempre no nosso sentir
 Mãe
 Eu sou, tu és, outras serão
 E sempre no coração
 Teremos tatuado amor
 Mãe
 É palavra de doçura
 Tem em seus braços ternura
 E um olhar apaziguador.
 Mãe
 Nossa Senhora te peço
 E sempre te agradeço
 Por cada sorriso meu
 Mãe
 Obrigada por olhares por nós
 Trazemos no peito a tua voz
 Protege-nos lá do céu.
Isabel Susana Marouço

Sem comentários:

Enviar um comentário