7º Encontro SORRISOS NOSSOS 2018


29-05-2018

Os preparativos estão a decorrer com normalidade. Depois de apurado o número de participantes e escolhida a Ementa, o resto será comunicado aos participantes por mensagem privada.

Até ao dia marcado, no local escolhido. Será um momento delicioso de confraternização, estejam certos.

Grata aos que se disponibilizaram em marcar presença.

Helena Santos


 03-07-2018

Terminado o processo do 7º Encontro, aqui deixo o link para que possam imprimir as páginas que foram acrescentadas ao Caderninho que já foi fornecido, e assim poderem completá-lo. Grata a todos e até ao próximo encontro. Helena Santos

https://drive.google.com/open?id=1eHMMzN5EHxk2UktREOTrXm4b-3jBUA0E






 30-06-2018

O encontro já aconteceu e aqui ficam os poemas feitos para o evento. Grata a todos os participantes. 

SOU

Sou a garra
A fanfarra
O sorriso
Nesta estrada
Sou a pinta amarela
Na tela a colorir
Não sou verbo desistir
Vou remando
E amando
Cada sonho   
Cada momento
Onde voo em palavras
Sou o poema
O dilema
A minha confissão
O pão que m`alimenta
Sou pimenta no AMOR
Fogueira na paixão
Indefesa
De certeza
Neste mundo travesso
Sou o começo
E o fim
Dou por mim
Flor neste jardim
SORRIDENTE
Estou contente
Finalmente
Abro a alma
Adoço o coração
Sorrio de emoção
Sou o tema da canção
Na noite fantasia
Do poeta
Aqui entre todos
Apenas EU

Anabela Fernandes
 

 
FOLHA EM BRANCO

Folha em branco, palavras esperando,
O que a inspiração, lá deposita
E branca já não é, pois está escrita,
Com letras que vão nela, despontando.

E lentamente, assim, nasce o poema,
Pela mão do poeta, inspirado,
Na folha vai ficando então, gravado,
O que a alma lhe dita, eleito, o tema.

Assim a poesia, vai, correndo,
Tal como um cavalo à desfilada,
Liberta, espontânea, grandiosa.

A folha que era branca, escurecendo,
Com a composição, nela plasmada,
Findando-se o poema, em verso ou prosa.

António Henriques

  

ESTA NOSSA AMIZADE

Este ano, Santarém, foi o local,
P`ra celebrar o almoço anual,
Deste grupo de amigos Sorridentes,
Que assim prezam a sua amizade
E também essa força de vontade,
Mostrando, ser de outros, diferentes.

Na vida, não tem preço, a amizade,
Quando ela é sincera e de verdade,
Vale a pena então, ser cultivada;
Por isso este Grupo Sorridente,
Mantem sua amizade bem presente,
Sem precisar sequer, de ser forçada.

Assim nestes encontros anuais
E nalguns outros, que, são casuais,
Partilha-se amizade e alegria,
O tempo que juntos, vamos passando,
Vai essa amizade, reforçando,
Unidos por paixão à poesia.

De esforços conjugados, de vontades,
No tempo se prolongam, amizades,
Que aos poucos, se, irão, consolidar;
Mas o tempo veloz vai decorrendo
E a vida, que todos vamos vivendo,
Não tem prazo, p´ra poder acabar.

E pela inexorável lei da vida,
Um dia, todos estamos de partida,
De nós só ficará, recordação;
Mas quem for nosso amigo verdadeiro,
Lembrará dessa amiga ou companheiro,
Cuja saudade, traz, no coração.

António Henriques
 

 
A CAMINHO

Estou em pulgas, ansiosa por vos encontrar! E aposto que já terá acontecido, quando este poema estiverem a declamar!
Para mim é novidade,
todo este desfiar de poesias e amizade.
Linha a linha vou tricotando
um manto belo para a prosperidade.
Um caminho que muito quero seguir, este de escrever!
Bem me faz sentir, o muito, que convosco estou a aprender!
Esta linda bagagem, vindo parar à minha mão.
Tornando mais rica, esta minha viagem, enaltecendo o meu coração!
Muito tenho a agradecer, a ti Helena, esta oportunidade!
Por fazer parte de algo grandioso, belo e bonito...
Todo este desafio, que se me apareceu,
incentivando este meu eu, poético, transbordante de magia...
...este, feito de pura poesia!
Também tenho a agradecer ao Rui o teu marido, pelo trabalho de bastidores que tem feito... Presente e dinâmico a tudo dá um jeito!
Venho de longe, para hoje estar aqui, ao vosso lado e vos conhecer pessoalmente.
Desde já vos agradeço,
este precioso presente!
Anabela, Maria, Magda, Rosete e José, obrigado por me acolherem com carinho e me ajudarem neste meu caminho...
Gratidão, a todos vocês por comigo preencherem as páginas do meu livro, linha a linha, este que trago comigo e que nem sabia que o tinha!
Gratidão, amigos deste grupo SORRISOS NOSSOS, por partilharem os vossos escritos, as vossas vivências, a vossa amizade e camaradagem, nesta minha passagem pela vida...
Vida esta mais enriquecida, que levo na bagagem colorida e aguerrida de sentimentos...
Obrigado Helena por todos os momentos e por teres na minha vida entrado!
O meu muito OBRIGADO!

 Fátima Andrade


  

ESTAMOS EM SANTARÉM

A este encontro, cheguei
Se outro haverá?
Não sei
Mas o que sinto, hoje
É que as forças, faltam-me
A paciência, esgota-se
A alma pede serenidade
E o corpo, preguiçoso
Diz que lhe pesa a idade
Mas ainda assim
Hoje, é hoje
E apesar das lamentações
As minhas, nada de confusões
É dia de festança
E de aquecer corações
E se estamos aqui
É porque merecemos
Mas devemos lembrar
Que a amizade
Alimenta-se de gestos simples
Não de palavras vãs
Nem de egos insuflados
Mas o mais importante, hoje
É a confraternização
Sendo a melhor forma de garantir
Que do SORRISOS NOSSOS
Nunca nos esqueceremos
Por isso
Sorridentes do nosso pedaço de céu
Hoje é mais um dos nossos dias
Comemoremos!

Helena Santos
 


  SEM TI ATÉ PODIA FICAR

Sou parca em palavras
Apenas forma de estar
Maneira própria de sentir
O que não impede de te amar
És chuva mansa no meu jardim
E eu vento forte que te envolve
Numa dança sem fim
Não é por acaso
Que me acompanhas mesmo assim
E hoje neste encontro
Com amigos a testemunhar
Digo-te sem pestanejar
Que sou flor selvagem
Mas o meu coração
Rende-se ao teu amor
E confesso que sem ti
Até podia ficar
Mas não seria salutar
E faço-te esta declaração
Para que todos saibam
Que num outro lugar
Não quereria estar
Que não fosse a teu lado
Porque se hoje estou aqui
É porque tu também estás
A incentivar, a amparar
E é essa a nossa forma de amar
Não é perfeita, nem imposta
Mas tranquila, respeitosa
Sendo assim, como poderia não gostar?

Helena Santos

 

 CANTATA

Enalteço o sol, ao amanhecer,
luz e calor, irradiando
o campo florido matizando
em miríades de cores
que a paleta do pintor desconhece.
As searas ondulam
na brisa matinal,
a seus sabores,
as papoilas envolvendo,
como rainhas na cor,
enquanto a cotovia seu ninho prepara
em voos de afã perseverante.
Eu canto ao sol que me ilumina,
eu canto à brisa que me afaga,
eu canto ao vento que me leva,
eu canto à neblina que me envolve,
eu canto à chuva que me lava,
eu canto à terra que me sustem,
eu canto à natureza a sua dádiva,
a sua beleza,
eu canto à humanidade o meu amor,
eu canto a nós a alegria,
eu canto ao mundo a solidariedade,
cantemos todos, entre a humanidade,
a igualdade.

José Lopes da Nave

 

 
AGRADECIMENTO À (ABELHA MESTRA)

Quero agradecer à Helena Santos
Por ter apostado em mim
Da maneira que sou
Por me ter aceitado
Com os meus defeitos
E também
Com as minhas virtudes
Que me acolheu
Com afeto
Como se fosse
Um irmão
De quem se gosta
Fez da sua família
SORRISOS NOSSOS
A minha também
E me presenteou
Com um ambiente
Fraterno
E pessoas
Maravilhosas
Que jamais poderei
Esquecer
Tenho passado bons momentos
NO GRUPO SORRISOS
Irei guardar
Cada pessoa amiga
No meu coração
E serei eternamente
Grato a todos/as

José Martinho

Obrigado por teres acreditado em mim,
Quando eu achei difícil acreditar em mim mesmo




ALMOÇO DE CONFRATERNIZAÇÃO

Durante estes últimos dias
Vivi bastante encantado
Por saber que me querias
Aqui como convidado

Quando alguém me convida
Para almoçar e confraternizar
O que faço logo em seguida
É dizer, que comigo podem contar

Foi o que aconteceu
Quando recebi o convite
Sei que não fui só eu
Foram para aí mais uns vinte

É tão bom aqui estar
Neste almoço famoso
Confesso que estou a gostar
E sinto-me bastante orgulhoso

Quando o verão se aproxima
Estes encontros são frequentes
As confraternizações mostram estima
Entre todos os presentes

Todos mostramos o nosso enternecer
Aqui ou em outros lugares
Com quem nos junta para conviver
Em restaurantes ou em bares

Este evento será inesquecível
Por todos quantos aqui estão
Organizá-lo só deverá ter sido possível
Com trabalho, muito amor e paixão

Todos nós éramos amigos virtuais
Que na poesia nos conhecemos
Hoje ficaremos a ser amigos pessoais
Quiçá, em breve nos encontraremos

Algures por aí
Ou no Grupo do Sorrisos
Foi onde todos vós conheci
Nos momentos precisos

À poucos anos quem diria
Hoje estar aqui em Santarém
A conviver com poetas
Que escrevem muito bem

A todos/as quero saudar
Do fundo do meu coração
Por ter o prazer, de convosco privar
Neste almoço de confraternização.

José Martinho 



GUITARRA PORTUGUESA

Como é belo o som de uma guitarra
Até o simples dedilhar a faz sorrir
Quando tocada com arte e com garra
Tem o respeito de quem a sabe ouvir

Não há fado sem guitarra
É encantador o seu som
Que quando muda te tom
Até parece que fala

Só quem tem o dom
De a saber agarrar
Sabe dela retirar
O melhor do seu som

O simples dedilhar
Que de simples nada tem
Fá-la vibrar e brilhar
Num som que só dela vem

Quem nas mãos tem a arte
De os acordes acertar
Leva a toda a parte
A beleza do seu trinar

De formato singular
Tem no braço as marcações
As cordas contam-se em par
Na ponta as afinações

Carregada de simbolismo
É conotada com o fado
Graças ao seu brilhantismo
Deixa o ouvinte emocionado

José Martinho.



Sorrisos escreve se com amizade!

Sorrisos feitos poema
um estado de graça
com firme certeza
que temos sempre alguém
do outro lado ....
que nos abraça!
Com a placidez saudável
duma mão amiga
que nos permite
um coração tranquilo!
Em todo o tempo que perdura
para lá do tempo
onde se conjugam
os afetos de ternura!
Sentimentos que nos fazem voar...
com asas de pombas mansas
embalados por ventos suaves
que permitem ver a vida
com bonança !
Fica em nós esta vontade
de contínua conquista
de ter sempre a nosso lado
quem não queremos perder
e a quem nos devemos entregar
para neles permanecer!

Maria Gonçalves



CONVÍVIO DE S. JOÃO

É dia de S.João
a festa é de alegria
há poesia no ar neste almoço
de grande euforia...

Dia de S.João o forró
vai começar martelinhos e balões
voam certos pelo ar ....
E o almoço vai começar..

Este almoço de alegria
que aqui viemos comemorar
está cheio de gente boa ,
que muito gostamos de mimar

Um almoço de convívio
e de grande animação
vai ficar certamente
gravado no nosso coração .

Lindo grupo sorrisos nossos
que tanto nos faz encantar
nossa amiga Helena Santos
é a rainha a quem queremos agradar.

Nossa mesa enfeitada por belo
e rico manjar é dia de S.João
vamos comer até fartar...
E de poesia vão os poetas a seguir falar ...

Vou comprar um manjerico
e ofertá-lo aqui na mesa,
este almoço vai ser
de animação com certeza ...

Com arquinhos e balões
vamos este almoço festejar
é dia de festa rija
e é dia dos Joões .

MARY HORTA

 


 “UM DIA”

Um dia
Resolvi passar para o papel
Todos os meus sentimentos
Angustias, desilusões
Amor, paixão, saudade
Assim segui a vida
Com altos e baixos
Momentos maravilhosos
Outros menos
Sobrevivi
Divorciei-me
Vivi, cresci
Refiz-me dos escombros
Amei novamente
Levantei a cabeça
Sou feliz, adoro a minha família
A certa altura da vida
Comecei a escrever mais e mais
Encontrei nas palavras um refúgio
E por acaso apareceu
Um sorriso, um sol na minha vida
“Os Sorrisos Nossos”
Foi um bálsamo
Uma coisa maravilhosa
Aprendi muito
Dia a dia, hora a hora
Só tenho a agradecer
Tudo o que me deram e dão
Amizade, carinho compreensão
Aprendizagem, ralhos
Obrigada Helena por seres quem és e como és
E a todos os sorridentes
Entre eles os que o fazem todos os dias a meu lado
O que o “Sorrisos”…É…Único…
Nunca vos esquecerei…
Fizeram de mim uma mulher mais feliz…
Bem hajam…
Beijos ternos…

“BRASA” MAGDA BRAZINHA
 

  
 
A COLMEIA

Gosto de sorrir
Sou sorridente
Dos Sorrisos Nossos
Que gosto e vivo cada momento.
É uma colmeia de prata fina
Com seis obreiros e sua rainha.
Rainha que é uma flor,
Tem um coração de ouro
Beijada por suas obreiras, partilha amor.
É exigente mas tem confiança
Por todas é respeitada e amada.
Colmeia perfeita, que partilha poesia com seus membros,
Que é comentada com lealdade e mestria.
Esta Colmeia e linda na amizade
Perdura no tempo, pois tudo tem rigor.
Desde o amor, até há dor, da esperança
Até confiança, da paixão até solidão,
Da verdade, até à razão…
Tudo é poesia que nos trás luz à vida
E a nossa própria poesia,
Que trazemos no coração.
A poesia é magia
Algo que se define
Como sentimentos
Que a alma sente
E o coração transmite…
Até parece utopia
Mas a poesia
Vive dentro de mim.
Com ela me entende,
Com ela desabafo,
Com ela amo,
Com ela sofro,
Com ela estou alegre,
Com ela me sinto eu,
Não sei escrever a fingir
Da poesia faço os meus dias
Neste mundo conturbado
E sem amor…

Rosete Cansado






17-05-2018 

Está em andamento a organização do 7º Encontro do SORRISOS e já passei à segunda fase, uma vez que já tenho o número de participantes.
Irei dando informações.
 Helena Santos


 

04-05-2018

7º Encontro Convívio
Grupo SORRISOS NOSSOS

Como sou de cumprir as minhas promessas, aqui deixo toda a informação sobre o nosso próximo almoço. Todos os membros do SORRISOS podem participar…e acompanhantes.

DATA - 24 de Junho 2018 (DOMINGO)
LOCAL – Santarém
RESTAURANTE – A Grelha
HORÁRIO DE PERMANÊNCIA - Das 12:00 às 15:30 – Tolerância: até às 16:30
VALOR POR PESSOA – 16,50€


INSCRIÇÕES ATÉ – 14 de Maio

................

EMENTA DE GRUPO

Deixo a Ementa para vosso conhecimento.
Cada pessoa pode escolher 2 pratos. 1 de carne e 1 de peixe. Será servido primeiro o peixe e só depois a carne, mesmo para quem escolha só 1 prato, no caso…carne.

Entradas:
• Pão, manteiga e azeitonas;
• Diversos salgados;
• Picadinho de entremeada e febras;
• Pate de delicias do mar;
• Ovos mexidos com alheira;
• Cogumelos salteados;
• Tabua de queijo com presunto;
Sopa:
• Sopa de legumes;
Pratos de peixe:
• Bacalhau lascado á lagareiro;
• Bacalhau á casa;
• Arroz de perca com camarão;
• Bacalhau no forno com broa;
• Bacalhau espiritual;
Pratos de Carne:
• Lombo de porco preto no Forno;
• Grelhada mista de carne;
• Lombinhos na frigideira com molho de mostarda;
• Carne porco a alentejana;
• Naquinhos de lombo á lagareiro;
• Vitela no forno com magusto;
Sobremesas:
• Pijama de doces e fruta laminada;
Bebidas:
• Cerveja, águas, sumos, sangrias, vinho tinto e branco da casa e cafés;

……………….

Aguardo confirmação até dia 14 de Maio, por mensagem privada, com indicação dos nomes e escolhas correspondentes. Os pratos serão os que forem mais escolhidos.
Se tiverem dúvidas, contactem-me

Outras informações, serão fornecidas numa segunda fase.

ATENÇÃO: ESTA EMENTA E ESTE VALOR, SÃO PARA UM NÚMERO MÍNIMO DE PARTICIPANTES. CASO NÃO SE ATINJA ESSE NÚMERO, A EMENTA SERÁ À CARTA E OS VALORES NORMAIS PRATICADOS NO RESTAURANTE………MAS O ALMOÇO ACONTECERÁ, INDEPENDENTEMENTE DO NÚMERO DE PARTICIPANTES.

QUE SEJA MAIS UM BELO DIA DE CONFRATERNIZAÇÃO

Grata a todos
Helena Santos

Sem comentários:

Enviar um comentário